BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Mancas

Relatado por Zi:

Este fim de semana foi fatídico. A gente é smiga mesmo, na alegria na tristeza e no pé manco também! Bem, liguei para a Chris para fofocar e descubro que ela se encontra no hospital! Eta lele sendo cuidada por um médico muito bem afeiçoado! Ooooh quando ele saiu do consultório tive a certeza de que ela estava bem! Rum! Não deu outra, perna remendada e sorriso de orelha a orelha.

Bem, levei-a para minha casa a intenção era emprestar minha mãe a ela para cuidar de sua perna rasgada, e de repente nos pegamos com a Chris cuidando de mim depois do guarda roupa cair no meu pé. Duas mancas! E agora? Forró nem pensar né! Nos restava algo mais light como barzim! Ficar sentadas só de boa. Bem não tenho dúvida de que foi a melhor escolha ... hehehehe.

Bem, meu pé depois de algumas horas melhorou a dor constante e só dói se pisar em cima, a Chris depois de ficar três horas e meia para tirar o curativo do seu corte descobriu também que está tudo certo! A gente ainda manca um pouco e anda como duas vovozinhas, mas sobrevivemos!

Relatado por Chris:

Há males quem vem para o bem. Este fds tivemos a confirmação de que isso pode ser real. Nossas escolhas foram direcionadas por uma seqüência de acontecimentos: bar é mais tranqüilo do que uma boate, por exemplo, pra quem se encontra com a perna rasgada e costurada ou, simplesmente com o nervo do pé amassado (trágico, mas ainda há risos kkkkkkkkkkkkk). O calçado: um salto mais baixo ou algo que não seja tão apertado. Roupa: calça com tecido fino e que ceda conforme o contorno do corpo delicadamente, ou um vestido floral simplesmente. Ambiente: pessoas agradáveis que nos fizessem sorrir e esquecer a dor (kkkkkkkkkkkkkk), ou um lugar tão ruim que nos fizesse esquecer da dor (é como diz o ditado: para a cura de uma dor, somente uma dor maior ainda...)

O importante é que temos saúde para continuar. E que fazem parte da nossa vida, pessoas muito especiais que se preocupam, nos cativam e nos cuidam. Quem disse que o sorrir não é o melhor remédio?

domingo, 11 de julho de 2010

Fim de semana

Um fim de semana que nós fez lembrar o valor de grandes amizades e como podemos ser pateticamente felizes. A felicidade mora em um simples encontro com pessoas que amamos! Momentos especiais que não se apagarão nunca mais!

quarta-feira, 30 de junho de 2010

E aeee, vai pra onde? Mas de quê?!!!


Ééééé, nossa primeira convidada a participar deste blog... Porque convidados tiveram alguns, mas a participar efetivamente, esta sim, foi a primeiraaa!!!

... Porque não basta querer. É preciso tomar a direção! Tome a direção, garota!


Chris diz:

É, depois de muito tempo estou tentando ir a SLMB (São Luis dos Moços Belos, se preferirem rsrrsss). Ir não é a palavra certa, já que na verdade apenas passarei por lá... Minha intenção é chegar a Cachoeira de Goiás, um pequenino povoado do interior do Estado, com suas peculiaridades e sua importância sem igual: meus papis moram numa fazenda por lá_só por isso. Nada contra, mas também nada a favor, além disso... hehehehehehe

Então, digo tentando ir porque pelo que vejo os acontecimentos não estão fluindo a favor: 1° Meu ‘chefe’ não me liberou (não quis); 2° To sem carro pra ir; 3° A opção seria ir de ônibus; 4° Uma de minhas smigas [que tenho a maior satisfação em levá-la] não quer me dar a enorme satisfação de irmos de carro... Ou melhor, o caaaaarro dela que ainda não comprou de seu cunhado. Entenderam? [não consegui conter-me: falei!] É isso aeeee, ela tem carro sim! Só não quer tomar posse dele antes do fds. Já tentei de tudo o possível: drama, chantagem emocional, financeira [pq é mais barato ir de carro do que de bus], tentei apelar pra nossa smiga em comum [que também dará o ar de sua graça por aquelas redondezas] pra ver se os argumentos desta seriam mais contundentes a ponto de convencê-la, já que até então, os meus foram como ‘poeira em alto-mar’ ou ‘as tranças da vovó careca’ [como se, simplesmente, não existissem kkkkkkkkkkkkkk]. Disse até que minha mamis faz doces e tortas e bolos e rocamboles de chocolate e borè e vários outros pratos maravilhosos... E ainda, pra ser mais penosa e intensa a perda, tentei dizer que estaria desconvidando sua incompreensível e irredutível pessoa de fazer parte de uma ceia, juntamente com minha querida e preciosa família, em meu lar-doce-lar, jamais antes visitado por qualquer uma de minhas smigas de Gyn [não que fossem menos importantes. Isso nunca! Mas pela falta de oportunidades, que isso fique bem claaaaro! Cada amizade tem a sua importância e me remete a momentos bons e significativos de minha vida]. Isso já não seria o bastante para ela se sentir lisonjeada e tomar frente, digo, a direção?

Eita, mocinha complicada! Fernandinha, querida, veja o que consegue da nossa coleguinha! Senão, como é que vamos?


Zi diz:

Ram ram ram raaaaaaaaam [estou limpando minha garganta para responder à altura]. Qual parte a Chris não entendeu que simplesmente não tenho um carro? Tipo... posso até desenhar um se ela insistir mais um pouco, mas acho que não vai adiantar. As coisas são assim: ou você tem um carro ou você não tem! E infelizmente ainda me enquadro no grupo dos sem carro.

Confesso: há uma possibilidade de adquiri-lo, mas essa “gunia” da Chris não fará que isso ocorra instantaneamente, a aquisição de um veículo não é como preparar um nissin miojo, tipo fica pronto em 3 minutos. Há uma premissa um tanto quanto importante: a pessoa de quem você pretende comprar o carro deve resolver vendê-lo. Bem... e isso ainda não está certo na cabeça dele.

Enfim, estou louca pra ir pra fazenda comer as guloseimas da tia, brincar com os cachorros, andar a cavalo e pescar na represa, mas minha querida smiga está me reprimindo e fazendo ameaças. Poxaa eu toda animada para ir de busão e ela falando que vou chegar lá toda amassada, com terra na cabeça e talz. Ta certo que praticamente vamos chegar lá e logo teremos que voltar, mas pensa na honra de estar ao meu lado.... não tem preço!! Kkkkkkkkkkkkkkkkk


Fernanda diz :

Gente, que situação !!!!

Vocês ai nessa falação em ir de carro (sem ter carro) ou ir de Bus (sem ter dinheiro (esse é meu caso, neah!). Minha situação é mais complexa: EU preciso ser DUAS! Afinal quero ir para o interiorrrrrrrrrrrr mas quero ficar na capital.

Não tenho carro, ônibus ou mesmo dinheiro, mas tenho uma agenda apertadíssima, e agora o que é que eu farei meu Jesus Cristinho??? Casa do papai; Aniversario de criança; Show de forro pé-de-serra; casamento ou um convite repentino de ir pra um lugar que passei meses implorando para ser convidada...

Meu Deus o que é que eu vou fazê???

Estou tão perdida que não tenho nem inspiração para insultar ou tirar vcs... Tenho só 'expiração', vou acabar “dismagracendo”. Pense eu, ‘Miss Etiópia’. Só falta pegar um solzinho... heheheheheheee

Será onde me darei bem??? Na capital ou no interior?

Estou me sentindo no comercial Master Card...

  • Viajar com as amigas de uma hora para outra NÂO TEM PREÇO;
  • Levar meus Sobrinhos no aniversario com pula-pula NÂO TEM PREÇO;
  • Ir a um show de forró pé-de-serra com meu amigo, onde terá uma banda de Pernambuco NÂO TEM PREÇO;
  • Ficar com meu pai na roça NÂO TEM PREÇO;
  • Gastar o dinheiro que não tenho AAAAAHHHHHHHHH ISSO TEM PREÇO


Ajuda ai a decidir!!!

Será que estou viajando na maionese?

terça-feira, 8 de junho de 2010

Uma imagem fala mais do que 1000 palavras


sexta-feira, 4 de junho de 2010

Cadê o presente?



A Zi, numa tentativa de deixar de ser turca [chamaremos isso de fuga de identidade kkkk], resolveu deixar de ser turca e levou consigo uma testemunha para o ‘crime’. E lá se foram em busca da tão esperada sobrancelha modelada[acreditamos que isso se deve ao fato de, incessantemente, ser atordoada por ultrajes quanto a esta] só que desta vez, mais altiva e arqueada.

Bem, as coisas começaram mal. O horário foi marcado para as 15:00, mas o atendimento só iniciou-se por volta de 16:00 [uma hora de espera parece um século – e jogaram mais conversas fora...]. Como se não bastasse, talvez para compensar o pequeno atraso que tivera, a esteticista tenha optado por fazer a elas um ‘agrado’ [que para a Chris funcionou muito bem, já que é adepta a tratamentos de beleza – risos]: enquanto ZI era submetida à sessão de desmembramento de pêlos acima dos olhos, a doce Chris se submetia a uma sessão experimental, [ops!] quero dizer, de cuidados com a pele.

E lá estavam: Zi, sob uma maca, uma luz direcionada ao seu rosto [que quase lhe cegava] a olhar por uma lupa que deixa os olhos da tal esteticista, gigantes [feito duas bilocas apavorantes, por sinal] e Chris, ao lado, sentada com a cara toda branca, meio esverdeada, fruto de uma máscara de origem duvidosa [ops! novamente], digo, uma máscara para tratamento profundo para controlar o ph da pele.

Até ai tudo bem, apesar do atraso ainda (pareciam) estar no lucro: a Chris que foi só pra acompanhar acabou sendo cobaia, digo modelo [as palavras meio que saltam do teclado...Incrível! kkkkkkk] de produtos de beleza e ainda ganhou um tratamento de pele 0800 e Zi realmente deixaria de ser turca [SERÁ??].

Mas foi no adeus que foram lesadas!

Depoimento delas (Bem ao estilo deu a louca na chapeuzinho vermelho): Com aquele sorriso no rosto, ela nos entregou duas revistinhas e disse: “Tem um presente ai dentro pra vocês”. [TERROR] O resultado? Estamos até agora procurando o tal presente! Cadê o presente!!!? Cadê a *&¨%$¨ do presente? Sacanagem! Fomos enganadas!! Isso foi tão cruel quanto roubar doce de criancinha ou dizer a uma menininha de 7 anos que Papai Noel não existe!! Aquele brilho em nosso olhos deu lugar a uma decepção sem igual! Cadê o presente? São só as informações? Nhéééé informação a gente consegue na internet! Acho que realmente fomos lesadas, ela praticamente nos obrigou [isso aéééé] a folhear toda revistinha em busca do tal presente! Magoamos!

Somente agora, depois de tanto se iludirem com a promessa de que ali havia um presente [5 dias pra ser mais exata], as doces criaturas descobrem, [SIM, como descobrir algo que não estava tão perceptível ou o que, num primeiro momento, elas não deram ‘aquilo’ como presente] o tal brinde. E o que era?!: um papelzinho informando que se agendassem uma visita, convidando mais algumas amigas, ganhariam um brinde especial.
Vejam só, o singelo papelzinho que seria o “presente” de acordo com a tal pessoa, na verdade só informava da possibilidade de, eventualmente, ganhá-lo. Grande enganação! Melhor seria se nem tivesse mencionado nesse “presentinho de grego”.

terça-feira, 1 de junho de 2010

A-Deus!


Queríamos dizer muitas coisas

Queríamos fazer muitas coisas
Queríamos até mudar rumo
Mas tudo que nos foi permito foi um abraço
E orações!
Há situações que só cabem a-Deus!

Smiga! Te amamos!

sexta-feira, 28 de maio de 2010

“As orientais”_sem diplomacia




Quem seriam “As orientais?”

Seriam indivíduos desorientados que tentam orientar? Mas o que isso tem a ver? Kkkkkk Quem tem algum palpite?




Uma turca, a outra japonesa. Mas seriam mesmo? Quem dirá o contrário? E como seria a relação diplomática* entre estes países?
Posso dizer que entre elas, às vezes nem há relações diplomáticas e isso gera sérios conflitos envolvendo países vizinhos, mais ‘chegados’. Perigo é isso acabar em guerra... Mas isso nunca! Sempre há quem tente amenizar. Não estamos falando em conflitos, propriamente dito, mas de sucessivas faltas de delicadeza. Às vezes sutis outras nem tanto. Chega a ser engraçado. Aqui a amizade reina... a diplomacia é que não é constante [risos]. E isso gera muita liberdade para dizer o que quiser no limiar da verdade e do ‘desabrochar’ de sorrisos.


A turca tem lindas sobrancelhas grossas e negras, mas que poderiam ficar ainda melhores se tivessem a leveza de traços mais finos [Oooh, vontade de levá-la a uma designer de sobrancelhas kkkkkkk]. A japonesa tem lindos e pequenos olhos que, para alguém menos informado parecem ser ‘puxadinhos’ [mas são pequenos mesmo]. Culpa da genética, apesar de não ter descendência japonesa.

Quem as conhece sabe: são puramente nacionais. São do Brasil il-il-il!!!



______________________________

*Figurativamente, ou de forma coloquial, chama-se diplomacia o uso de delicadeza ou os bons modos.



quinta-feira, 20 de maio de 2010

Homenagem

Uma homenagem nossa a nós mesmas!! kkkkkkkkkkkkkkk Ontem saímos e resolvemos fazer uma homenagem ao "Véia" Cômica, mas percebam que a gente não consegue nem se homenagear direito. Tem alguma coisa errada nessa foto!! Percebem? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

domingo, 9 de maio de 2010

Tenha um plano B quem sabe até um Z

Versão 1 by Zi:

Temos um plano, mas não basta ter um plano, sabemos que é sempre preciso ter o plano B. Ontem descobrimos que não basta ter amigos é preciso ter amigos B também. Bem, resolvemos que íamos sair... pronto encasquetamos!! Bastava ligar para nossas amigas. Então vamos lá uma liga de cá a outra liga de lá.

Já adiantamos, resultado nada animador. Sabe quando as pessoas resolvem viajar para a casa da mãe ou do pai, ir a aniversário de família ou para uma missa de louvor? Então!! Agora sabe quando todo mundo resolve fazer isso ao mesmo tempo, pois é nós sabemos, hoje descobrimos.

Analisando a situação deprimente em que nos encontrávamos refletimos sobre o assunto e chegamos a uma conclusão: precisamos de amigos B. Tudo bem, mas descobrir isso às 21:50 já não ajudava muito. Mas na hora do aperto idéias brilhantes surgem: Que tal entrar no bate papo da uol e fazer novos amigos? Hã hã hã não contavam com nossa astúcia!! E se todo mundo do bate papo estiver viajando para a casa da mãe ou do pai? Não tem problema, podemos não ter amigos B, mas sempre surge um plano B. É simples pegue o carro pare no ponto de ônibus mais próximo e faça amizade com as pessoas que lá estão. Com certeza você não corre o risco de estarem viajando já que estão ali, mas vai que estão indo pro louvor ou para um aniversário de família? Bem então é melhor partir par ao plano C... surpreendente né?

Mas a questão é, podemos chegar até o plano Z em se tratando de véspera do dia das mães talvez seja mesmo complicado encontrar amigos disponíveis. Talvez o melhor plano seja: “Vamos semana que vem?” Simples né? Mas é que a tal a “gunia” incomoda!! E o mais legal é poder estar com nossos amigos A.
.
Versão 2 by Chris:
.
Descobrimos que para irmos a uma boa balada precisamos ter em mente um plano B [talvez até C e D]. Acho, simplesmente [só então me dei conta disso], que nós, sozinhas, não damos conta da festa... Uma conclusão pessoal, talvez até pessimista do assunto e que a Zi poderia me ajudar a responder. Poxa, por queee não poderíamos ir sozinhas? Por que não FOMOS sozinhas? Poderíamos ter sido tão animadas quanto. Oh my God! Foi um dia daqueeeeles! O dia inteiro esperando para somente no final da noite descobrir que não iríamos. O pior de tudo é que, inicialmente, tínhamos nada mais, nada menos, do que duas [vejam bem, eu disse DUUUUAS] festas pra irmos. Duas festas ótimas pra nos divertirmos... A primeira nem tanto, mas a segunda opção era ótima [ignore o fato de ela ser a segunda opção, pois nem por isso ela deixa de ser tão importante e esperada]. Preferi pensar que era o destino agindo para aguardarmos o que estava por vir... Que ainda está por vir, espero que até semana que vem! Imaginem a minha desolação. [Aliás, acho que não conseguirão. A Grazi precisa dizer isso, também. Nem eu mesma saberia expressar tamanho descontentamento]. Mas se é pra ser feliz, eu espero... Espero até semana que vem [“Sem grandes expectativas, Chris!”_ eu mentalizando essa frase enquanto escrevo este texto].

Eita vontade de ter uma festa pra ir... E sair. Simplesmente isso. Não que eu esteja dispensando a animação dos meus amigos. Mas surge uma interrogação: Como seria ir a uma festa comigo mesma, ou você com você mesmo? Já imaginou como seria, o que faria ou como agiria? Sei não, mas concluo dizendo que os ‘amigos A’ são insubstituíveis, até mesmo por nossa própria pessoa [não é à toa que a palavra amigo começa com a letra A kkkkkkkkkkk].

O motivo se segue, pois todos estão comemorando o Grande Dia das Mães com suas mamis. A questão não é ter amigos suficientes, mas sim que cada um deles tem suas prioridades e prezam aquilo que têm de melhor na vida: a própria família. Eu bem sei o que é isso. Não estar perto da minha mãe neste dia faz com que eu queira estar em companhia de alguém. Então que seja dos meus amigos numa boa balada [ops, voltei para o assunto inicial? Mas já está superado].
Pra quem queira saber: minha mãe me ligou neste dia das Mães e foi a primeira pessoa com quem falei hoje. Isso mudou meu dia...

Feliz Dia das Mães à todos! A vocês, mães. A vocês, filhos por terem ou ter tido uma mãe, aos pais por terem essa mulher forte e guerreira ao lado!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

"Viajando na Batatinha"

Termo criado pela magnífica cabeça pensante de Zi. Mas o que significa? Bem, na verdade foi uma tentativa de insulto, creio eu. E o pior de tudo: é pra mim! Mas é muito engraçado para isso, pois ‘viajando na maionese’ eu conheço. Esse outro daí é ‘viagem’ mesmo. Aff! Quem acabou ‘viajando’ foi ela! Kkkkkkkkkkk

Mas vou relevar, afinal, ela é mesmo muito criativa. Sempre quis escrever um livro. Aliás, em cada tópico de nossa conversa termina com: “Acho que vou escrever um livro sobre isso...” Serão quantos livros mesmo? Ou tudo será abordado num único livro? Agora eu pergunto: Quem ‘viaja na batatinha’? Sou eu ou será você?

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Conselhos que você sempre quis dar, mas nunca quiseram ouvir.



... Porque às vezes procuramos alguém que nos diga aquilo que queremos ouvir, ao invés da preciosa verdade que, realmente, nos traz dos céus ao chão...


"Informamos que cansamos de escutar grilos e limpar teias de aranhas na espera da nossa participação especial!! Ficou fazendo muito charme, achando que já estava famosa. Mas, Orkídea, lamentamos. Somos hiperativas!! Mas fica o convite!! Te amamos, flor!"

Ele vai ligar? Devo Ligar?


Teoria de Zi:

Espere sempre o pior das pessoas! Logo ele não vai ligar, não precisa ficar grudada no telefone, provavelmente nem está lembrando da sua existência. Mas se ele ligar? Aí é que está ... se você espera o pior e acontece o melhor você se surpreende com a pessoa. O ponto é: permita que as pessoas te surpreendam e não que te decepcionem. Cerca de 98,256% dos homens (estatística tirada da minha imaginação) não vão ligar e 99,958% (outro número fruto de meus neurônios) das mulheres que não ficam esperando que ele ligue recebe a ligação e se surpreende. Logo não ligue! Queira quem te quer! É a vida! Como ligar para alguém que você nem sabe se te achou um saco? Polpe-o de ouvir sua voz melosa! Você vai ligar e ele vai pensar: É qual delas? Seja firme, repita para si mesma: ele é jamais ligaria então jamais ligarei. Quem sabe você se enquadre na estatística das mulheres que se surpreenderam? Estou torcendo para que isso ocorra!


Teoria de Chris (baseada na 'Teoria do Caos' kkkkkkkkkk):

Não ligue se ele não ligar. (Entendeu o trocadilho?)

Não crie grandes expectativas para não aumentar a decepção. Se o grande negócio é ser conquistada, espere que ele ligue. A conquista deve ser iniciativa dos homens. Eles devem fazer o início acontecer. Se ele se interessou, ele liga!!! É isso mesmo, quando o cara quer, não há projeto importante ou morte da tia que impeça-o de convidá-la pra sair. Seja seletivo, mas não evite pessoas. Aprenda o que deve fazer e o que não deve ser feito durante os relacionamentos que tiver... A decepção sempre existirá: o importante é o que vc faz com ela. Supere e siga em frente. Passou uma semana sem ouvir notícias dele? Esquece, parte para outra! Ligar para saber se tá tudo bem, nem pensar! (texto adaptado de ‘Manual das mulheres bem resolvidas', comunidade do Orkut). Ele pode nem estar pensando em você, ou o que é pior, pode estar pensando em outra pessoa. Nada tão insano, o negócio ainda é ser conquistado à moda antiga. Mulher conquista homem com charme, com o olhar, com uma boa conversa. Isso sim! Dias melhores sempre virão. O lance é cuidar pra que quando este dia chegar, vc esteja preparada para recebê-lo e fazer deste o melhor dia de sua vida.

Protesto!!



Tenho um protesto!! Estamos com um texto prontinho para ser postado em que foi solicitada a 1ª participação especial no blog!! Orkídea da minha vida desenrola!! Sua opinião é muito importante para a gente. Será a estréia da coluna "Conselhos que você sempre quis dar, mas nunca quiseram ouvir". Bem vamos fazer uma corrente de oração para que a estréia seja logo!!!
Post By Zi

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Onde eu ponho a mão?

Péssima né aquela sensação de sem graça em que a gente fica : “Ai meu Deus onde eu coloco minha mão?”. O rosto vermelho, a voz tremula e o desconforto da vergonha nós não podemos resolver, mas a mão a gente pensa que há uma saída.

Meninos, por acaso está na frente daquela menina que você ta muito afim e não sabe aonde por a mão vamos lá ela já sacou que você está sem jeito então aproveite a situação para o momento de sedução. Nada de movimentos a lá “Embalos de Sábado a noite” ela pode duvidar da sua masculinidade e achar que quer ser apenas um amigo para olhar vitrines no shopping. Estas poses do John Travolta devem ficar apenas nos tempos da brilhantina.

Então o que fazer? O Bolso é uma ótima opção. Humm.., que charme você pode até ser desprovido de beleza externa e nestas horas que entra todo o poder do charme! Mão no bolso olhar 43 e aumento nas chances dela te dar atenção. Pronto, mão acondicionada em lugar que te dará segurança e diminuirá o incomodo de estar perto dela. Esta técnica lhe permite ainda perceber as intenções da menina se notar que ela está na expectativa de você tirar sua carteira e analisar sua conta bancária ou verificar a existência de uma chave de carro corra você está prestes a entrar numa fria.


Meninas, está na frente do rapaz que você gosta? Controlasse! Comportamento tipo Eliscóptero não vai ajudar em nada isso é coisa do fervor dos anos 70. Neste momento as mãos serão melhor aproveitadas em seus cabelos e não em movimentos circulares incompreendidos, ele pode concluir que você fugiu do sanatório e está tentando transparecer uma pessoa em sã consciência. Não sabe onde colocar as mãos? Então vai a dica: Encare o lado Pimentinha de Elis e levemente sensual passe as mãos por seus cabelos. Mas lembre-se nada de excessos que é para não ensebar suas madeixas.

Em fim, estas são algumas alternativas para você se safar desta situação tão incomoda não são dicas de nenhum especialista que realizou estudos sobre o comportamento humano, portanto se não der certo não nós responsabilizamos por nenhum dano.

Bju Pessoas.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Indecisão



Depois de horas e horas discordando sobre o templane ideal para o Blog chegamos a um consenso. Em fim conseguimos um que nós agradace, ou não. Verdade seja dita, estávamos exaustas de tanto olhar, por fim qualquer um tava bom, mas a Chris gostou daquele que tem uma margarida sabe? Ta vendo esse desenho ai no canto inferior esquerdo do Blog? Pois é! Ela jura que era uma margarida, cansada do jeito que eu estava discutir que não ia. Ta bom Chris!! Pode ser essa margarida! Que acho que numa vida não muito distante foi um smile!!

Falou Pessoas.
Post By Zi

Roteiro de viagem



Há meses vejo a Chris programar sua viagem. Acho que melhor seria dizer “programar”.

1º Passo: Juntar um dinheiro. Ela vem fazendo isso desde, sei lá, ano passado certo? Que nada!

Chris: Aí as meninas estão querendo ir pra Porto Seguro.

Zi: Haaaaa vocês já está pagando o pacote?

Chris: Não a gente vai juntar o dinheiro e pagar.

Zi: Hummmm e você já esta juntando?

Chris: Na verdade eu ainda não.

Zi: E você pretende ir como? Na mala? Pedindo carona?

Ela argumenta a existência do cartão de crédito. Hummm sei, mas então prossigamos.

2º Passo: Viajar pressupõe um detalhe, digamos assim. Quem viaja parte do pressuposto que terá um tempo livre para tal. Certo? Acho que nem sempre.

Zi: E você esta pretendendo ir quando? Nas suas férias?

Chris: Não minhas férias é só no ano que vem as meninas querem ir ao final do ano.

Zi: E o serviço Chris?

Cri cri cri cri

Muito bem planejado ela tem tudo sobre controle ela simplesmente vai virar para seu gerente e dizer: olha estou indo pra praia vou ficar fora 5 dias mas volto a tempo da próxima auditória. Anote os pedidos de créditos que na segunda eu coloco em dia. Fui, se der lhe trago umas fitinhas do senhor do bonfim!

É a técnica do tô vazando sabe? Ela tem muita sorte das empresas hoje serem bastante flexível e não se importar que o funcionário abandone seu posto de trabalho.

Notem como está tudo sobre controle. Tenho certeza que essa viagem tem tudo para dar certo! Haaaaa detalhe: Nem fui convidada! Foda viu!

Boa viagem florzinha, se ela realmente acontecer é claro!!


Post by Zi


Chris

Nossa, ela começou tudo tão meigo! Que o meu post sobre a Chris será em clima de paz e amor. Huahuhahuahua. A Chris oscila entre a terra e as nuvens e tem uma certa mania de acreditar nas pessoas. Então você sabe como é né, vira e mexe preciso chamá-la para o planeta terra e por vezes ela me chama pro céu. Talvez por isso a nossa amizade dê tão certo. Em uma balança nos equilibramos. E acho que é exatamente isto que torna nossas conversas uma comédia.

Aproveitem!

Post By Zi

Zi

Grazi. Esse é o nome do meu outro lado, nada incontido e, às vezes, sincero demais. Se a sinceridade machuca, aqui temos a certeza de que ela será dita, jamais escondida, mas sempre em meio a risos... Isso vem de conversas e conversas, de jogos de resposta rápida que já fizeram muita gente rir e que agora serão contadas a vocês.

Sintam-se à vontade para participar. Vejam a nossa visão dos fatos e acontecimentos, mas deixe que saibamos o ponto de vista de vocês também!

Post by Chris

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Bem vindos!

Ola!

Bem Vindos ao Véia Cômica. Não tenho a mínima idéia do que vem por ai, pegue sua pipoca e assita de camarote! Morra de rir, ou não! A Proposta é ver o que saí da mente de duas LOUCAS!

Abraços Pessoas Queridas!!

Post By Zi!